São 9 as máquinas ONA que a PSA Peugeot Citroën, a unidade de produção da Peugeot em Mulhouse (França), utiliza para erodir matrizes de forjamento nitretadas, um dos trabalhos mais exigentes que a Peugeot realiza. Um bom exemplo da aplicação da eletroerosão por penetração à maquinação de grandes superfícies.

\ EROSÃO DE UMA MATRIZ DE FORJAMENTO NITRETADA PARA PSA PEUGEOT CITROËN

São 9 as máquinas ONA que a PSA Peugeot Citroën, a unidade de produção da Peugeot em Mulhouse (França), utiliza para erodir matrizes de forjamento nitretadas, um dos trabalhos mais exigentes que a Peugeot realiza. Um bom exemplo da aplicação da eletroerosão por penetração à maquinação de grandes superfícies.

CONTATO

A fábrica de Mulhouse produz em exclusivo para a Europa os modelos Peugeot 2008-2015, Citroën C4 e Citroën DS4.

EROSÃO DE UMA MATRIZ DE FORJAMENTO NITRETADA

A unidade da PSA Peugeot Citroën em Mulhouse dispõe de nove máquinas de eletroerosão da ONA e nela encontra-se instalado o principal centro de produção de ferramentas do grupo PSA Peugeot Citroën. O centro de produção de ferramentas, conhecido como OCMB (Outillage Central Mécaniques et Bruts), é também responsável pelo fornecimento de ferramentas a outros clientes externos fabricantes de automóveis. O tipo de ferramentas fabricado consiste principalmente em moldes para a produção de peças em alumínio (cárteres, caixas de velocidades, embraiagens, etc.), matrizes de forjamento e matrizes de rebarbação.

A maquinação por eletroerosão de matrizes de forjamento nitretadas é um dos trabalhos mais exigentes que a Peugeot realiza com as suas máquinas de eletroerosão ONA. Este tipo de peças constitui um bom exemplo da aplicação da eletroerosão por penetração à maquinação de grandes superfícies.

O processo de nitretação permite aumentar consideravelmente a vida útil das matrizes de estampagem utilizadas para dar forma às peças forjadas. A nitretação aumenta a dureza superficial e resistência ao desgaste com uma ampla estabilidade de medidas, graças ao enriquecimento superficial da matriz com azoto e formação de nitretos.

Apesar dos benefícios da nitretação, este processo não evita que, com o uso, a matriz se danifique, sendo necessário reconstruí-la e voltar a maquiná-la a fim de recuperar a sua forma inicial. Uma mesma matriz pode ser reconstruída várias vezes ao longo da sua vida útil. A eletroerosão apresenta-se como a melhor solução de maquinação para a regeneração da matriz, já que a grande dureza superficial que possui após o processo de nitretação torna inviável a utilização de outras técnicas de maquinação. A eletroerosão é também utilizada na primeira maquinação da matriz nova, quando a superfície a maquinar não tenha sido nitretada, já que a maquinação por fresagem acarreta problemas nas faces verticais devido às vibrações produzidas na fresa.

O revestimento de nitreto de ferro das matrizes nitretadas requer a utilização de máquinas de eletroerosão equipadas com geradores de grandes amperagens. As máquinas de penetração ONA das séries NX podem incorporar opcionalmente geradores de até 400 amperes, com os quais é possível maquinar eficazmente a superfície nitretada, obtendo-se um alto volume de arranque na fase de desbaste, assim como rugosidades finais homogéneas nas superfícies grandes.

Empresa PSA Peugeot Citroën.
2,9 milhões de veículos fabricados (2014)
2º construtor europeu com uma quota de mercado de 11,8%.
184.800 trabalhadores em todo o mundo.
Localização Unidade de produção de Mulhouse – Francia-
Atividade Atividade Engenharia, Fabrico e Montagem dos modelos Peugeot 2008, Citroën C4 e Citroën DS4, com uma produção anual de 244.000 automóveis (2014).
Equipamento Equipamento 9 máquinas de eletroerosão ONA