O investimento inicial em equipamento é (até 2 ou 3 vezes) inferior, assim como os custos com consumíveis e de não-qualidade

\ Vantagens da EDM em relação à fresagem na produção de CARCAÇAS DE TURBINAS A GÁS

\ Graças à ONA, as empresas aeronáuticas AVIC Chengdu (China) e Paradigm Precision (EUA) descobriram recentemente que era possível produzir este componente de turbinas através de máquinas de eletroerosão sob condições altamente benéficas para as suas empresas

\ La inversión inicial en equipamiento es menor (hasta 2 o 3 veces), así como el gasto en consumibles y el riesgo de rotura de herramientas.

Microagujeros

Inovar constantemente para oferecer às empresas novas soluções tecnológicas personalizadas no campo das máquinas de eletroerosão, permitindo-lhes melhorar a eficiência dos seus processos e, adicionalmente, aumentar a sua rentabilidade. Este é o conceito que tornou a ONA numa empresa líder no fabrico de máquinas de EDM altamente fiáveis e precisas, com uma presença em mais de 60 países em todo o mundo.

Com a nossa ajuda, duas importantes empresas aeronáuticas, a AVIC Chengdu da China e a Paradigm Precision dos Estados Unidos, descobriram recentemente que era possível produzir carcaças de turbinas a gás através de máquinas de eletroerosão por penetração em condições bastante benéficas para as suas empresas. Em vez de utilizar a fresagem em todos os seus processos de fabrico, o desbaste é agora efetuado por EDM, usando a fresagem apenas para o acabamento.

que as vantagens económicas oferecidas pela utilização do equipamento de eletroerosão da ONA, em comparação com a fresagem, eram notáveis:

Um investimento em equipamento industrial menos significativo, entre 2 a 3 vezes inferior.

Além disso, custos com consumíveis mais baixos: até 4 vezes inferiores. Enquanto que os consumíveis de fresagem são ferramentas de elevado custo, os elétrodos de grafite usados nas máquinas de eletroerosão são remaquinados após algumas carcaças.

Um menor risco de rutura de ferramentas, além de menores custos resultantes de não qualidade (partes inutilizáveis, retrabalho, etc.).

Isto é possível graças ao gerador incorporado no equipamento, que pode alcançar 400A, quatro vezes mais potência do que o modelo standard. As máquinas de alta performance ONA (EDM de alta velocidade) permitem a remoção de mais material (até 4 vezes mais do que com um gerador standard de 100A), resultando num aumento significativo da produção e do desempenho.

A potência do gerador permite uma remoção de material de liga de Niquel até 2600 mm3/min em comparação com os 650 mm3/min do gerador standard.

Por outro lado, em termos de tempo despendido no fabrico, o processo de eletroerosão é comparável à fresagem, ou mesmo melhor, ao usar uma máquina ONA de duplo cabeçal.

A ONA é o único fabricante em todo o mundo que desenvolve equipamento com esta capacidade. Estas são máquinas com um elevado nível de automatização e sistemas de filtragem ecológicos adaptados a esta elevada taxa de remoção de material.

\ Na vanguarda da inovação

Casos como os da AVIC Chengdu e da Paradigm Precision colocam a ONA na vanguarda da investigação e inovação de EDM para a indústria aeronáutica. As soluções oferecidas pelos engenheiros da ONA estão a ser usadas para tornar a eletroerosão num forte concorrente de outras técnicas de fabrico mais tradicionais no setor, como a fresagem ou a brochagem.
O futuro da ONA reside em continuar a colocar o mesmo empenho e energia em R+D+I, oferecendo aos fabricantes de componentes de turbinas projetos chave na mão e novos recursos tecnológicos para máquinas de eletroerosão que os ajude a melhorar, crescer e reduzir os custos de produção sem comprometer a qualidade e precisão dos componentes de turbinas.

Outros contributos recentes da ONA para o setor aeronáuticos foram:

  •  Máquinas de eletroerosão por fio para o perfil aerodinâmico de corte automatizado em anéis verticais.
  •  Máquinas de eletroerosão por fio para a produção de discos de turbinas “firtrees”.